O Paisagem Sonora – Mostra Internacional de Arte Eletrônica   acontece em um momento importante de reflexão, mapeamento, crítica, descoberta e incentivo de novas iniciativas no campo da cultura digital, através do estabelecimento de um diálogo entre a produção do Recôncavo da Bahia, nacional e internacional. 

 

A proposição da mostra reveste-se de dupla importância.   

Dialoga com a criação de políticas culturais no âmbito federal para a Arte Digital e, também, com os esforços da Bahia para dar a dimensão real da sua importância na história da Cultura Digital na cena brasileira, oferecendo a possibilidade de uma formação qualificada para os profissionais desta área da comunicação e das artes. Desse modo, a centralidade deste projeto passa pela ação estratégica da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia e seus centros de ensino: O CECULT, em Santo Amaro da Purificação, e o CAHL, em Cachoeira.

 

A mostra presta uma homenagem ao pesquisador  canadense Murray Schafer. Criador das expressões “ecologia acústica”, “esquizofonia”, “som fundamental” e “paisagem sonora”. Nesse sentido, apresentamos um bom panorama de autores que utilizam o vídeo e a música como estratégia discursiva. 

 

O compartilhamento de repertórios, incorporação de métodos de esgarçamento das linguagens e, sobretudo, o rompimento de limites de um certo ensimesmamento são a tônica das performances. Com efeito, tais ações, aproximam-se do conceito de “campo expandido” e “cinema expandido”, o primeiro formulado pela teórica Rosalind Krauss, para caracterizar a nova escultura, que incorpora materiais e procedimentos os mais diversos e o segundo formulado por Gene Youngblood, que trata de uma série de experiências que rompem com os espaços formais do cinema. 

 

Ademais, além da importância histórica da Bahia, a criação de uma mostra é também o reconhecimento do fato de que a arte eletrônica, em suas múltiplas linguagens e estilos, ocupa papel central na contemporaneidade, quando as formas de expressar e apreender o mundo passaram a efetivar-se sobretudo através do computador, das redes, da imagem e do som.

 

Ficha Técnica

 

Curadoria Geral: Danillo Barata
Curadoria Musical: Claudio Manoel
Curadoria Intervenções Audiovisuais: Tom van Vliet
 
Realização: Coletivo Xaréu
 
Coordenação Geral: Danillo Barata
Coordenação de produção: Claudio Manoel
Coordenação de Oficinas e Simpósios: Sarau de Djs
Produção: Ulisses Arthur e Thamires Santos
Assistente de Produção: Larissa Leão e Anna Paiva
 
Identidade Visual: J. Cunha
Design Gráfico e Web Design: Diogo Navarro
 
Assessoria de Comunicação: Jean Cardoso
 
Registro Audiovisual:  Artur Dias, Thamires Duarte, Thiago Logasa
Registro Fotográfico: Carina Rosa
 
Expografia: Henrique Dimitre, Poliana Costa, Raiza Rozados

Sobre a Paisagem